sexta-feira, 30 de abril de 2010

Balada da irremediável tristeza !




Eu hoje estou inabitável...
Não sei por quê,
levantei com o pé esquerdo:
o meu primeiro cigarro amargou
como uma colherada de fel;
a tristeza de vários corações bem tristes
veio, sem quê, nem por quê,
encher meu coração vazio...vazio...
Eu hoje estou inabitável...

A vida está doendo...doendo...
A vida está toda atrapalhada...
Estou sozinho numa estrada
fazendo a pé um raid impossível.

Ah! se eu pudesse me embebedar
e cambalear...cambalear...
cair, e acordar desta tristeza
que ninguém, ninguém sabe...
Todo mundo vai rir destes meus versos,
mas jurarei por Deus, se for preciso:
eu hoje estou inabitável...

Abgar Renault

(Imagem Google)

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Eu sinto.....

.
Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
Amizades que não cultivei
Aqueles que eu julguei
Coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
Lembranças que fui esquecendo
Amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.....


Martha Medeiros

domingo, 25 de abril de 2010

Roxo e Lilás " Blogagem Colorida"

Da amiga Glórinha do Café com Bolo "cafecomglorinha.blogspot.com "


O violeta e o roxo são cores de transformação do mais alto nível espiritual e mental, capazes de combater os medos e contribuir para a paz. Elas têm um efeito de limpeza para os transtornos emocionais. Também nos conectam com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais - inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão.
O violeta pode exercer fortes influências.
A cor roxa está associada com a proteção psíquica.
Estas cores estão associadas aos signos de Peixes, Aquário e Sagitário.
Palavras chaves do índigo, violeta e roxo: sabedoria, criatividade, independência, dignidade, serenidade, mudança, transgressão.






ROXO É a cor dos sonhos , inconsciente e verdadeiro mergulho espiritual.
Amplia os poderes psíquicos, e percepção espiritual.



Originária da Ásia, a Hortênsia é um arbusto semilenhoso que pode chegar a até dois metros de
altura. Este arbusto é caracterizado por possuir grandes ramos de flores, nas cores branca, azul ou rosada, com maior ou menor intensidade.
Esses ramos de flores são formados pelo agrupamento de flores individuais.









Simboliza Prosperidade...Nobreza....Poder ....





Pó de fada
Sopro de mago
Conselho de bruxo
Cavalo alado
Leva-me pra longe
Pra lá do horizonte
E que ele me encontre
Nos seus mais belos sonhos
Que o seu sopro me ache
Num paraíso
Ou em Marte
E me traga de volta
Sempre que eu me perder
Sou tua Deusa
Tua fada
Tua Mulher
Tua Amada
E não irei esquecer .......

(Carolina Salcides)



No entanto, as pessoas que se sentem atraídas por usar a cor lilás , devem ter cuidado para não se deixar levar e viver num mundo de fantasia.......

Brincadeira , só pra descontrair !

Boas vibrações a todos.


sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sê paciente...



Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.


Eugénio de Andrade

segunda-feira, 19 de abril de 2010

"Caño Cristales"


Seguindo com a blogagem colorida da amiga Glórinha do Café com Bolo , http://cafecomglorinha.blogspot.com/ vamos hoje com a cor Vermelha .

A cor da paixão ....




Do latim vermillus - vermelho a cor do sangue, também conhecida como escarlate ou encarnado. É cor-luz primária e cor-pigmento secundária, resultante da mistura de amarelo e magenta.
Nas grandes culturas a cor vermelha tinha um valor ritualístico intenso. É considerada uma cor quente por isso a percepção visual do vermelho para os seres humanos é forte e evidente, traduzindo assim toda a sua simbologia.


Hoje estará representada pelo rio" Caño Cristales" o único rio colorido do mundo .




No sul da Serra da Macarena na Colombia, nasce um rio pequeno. Tem aproximadamente 100 km de comprimento e em lugares de maior largura não passa de 20 metros. Não tem peixes, devido à falta de sedimento que serviria de alimentos para esses animais, e na maior parte do ano é um rio como qualquer outro, sem nada de interessante para um observador. Mas quando as chuvas passam e a Macarena começa a se enxugar, as águas do rio Caño Cristales se abaixam, inicia um espetáculo de cores que acontece desde sua nascente até seu encontro com o Rio Guayabero. É a magia do Caño Cristales, também conhecido como, “o rio que fugiu do paraíso”. Nome dado por Andrés Hurtado, um colombiano que esplorou a região.

Um espetáculo que só mesmo a natureza pode nos oferecer !


. Em seu percurso a pé, descobre-se uma ressaltada gama de cores, com túneis gigantes e abundantes espécies de vegetação florescendo em ambiente natural.
Também conheciso como “o das cinco cores”, toma esta pigmentação porque as pedras estão cobertas com musgo e algas. Amarelo, azul, verde, negro e roxo são as suas cinco cores, que se explicam pela presença de algas de diferentes cores que fazem deste canal uma maravilha visual

.


A cor roxo deve-se a uma planta denominada “Macarenia clavigera”. Quando o nível da água está no ponto ótimo, o musgo e as algas florescem com cores brilhantes, dando a sua característica ao rio.




E pensar que ainda tem quem duvide da existência de Deus !!!!!!!!!!!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Injeção de ânimo...

Oi gente, hoje vim dividir com vocês um pouco da injeção de ânimo que meu paciente vem me passando...

Ele é um senhor de 68 anos, que por causa da hipertensão, teve uma falência parcial dos rins, dificultando assim a circulação sanguinea. Foi necessário realizar a amputação da perna esquerda, no 1/3 medial (meio da coxa). Desde então, esse senhor vem dando um show de superação!!! Sempre bem humorado, disposto, determinado, alegre, carinhoso, conquistou a mim e a todos lá no ambulatório!!!

A sua meta é voltar a andar, utilizando uma prótese (vamos conseguir, e quando isso acontecer, volto para contar!!!).

Enfim... resolvi fazer uma troca com ele... me lembrei de ter recebido um e-mail certa vez... a muito tempo atrás, do qual me emocionei. Procurei na net e levei para ele ver!!! Foi ótimo, ele ficou ainda mais animado, tive que segura-lo, pois naquele dia quis fazer todos os exercícios possiveis... foi muito bom dar essa esperança á ele. Por isso estou postando aqui para vocês tambem, espero que gostem.

É a história de um pai que realiza provas de triathlon, inclusive a Iron Man (3800m de natação, 42 km de corrida e 180 km de pedalada!!!), levando junto de si, seu filho portador de deficiência física. É demais. É um exemplo de tudo que se pode esperar de uma pessoa. É a superação de todos os limites mais do que físicos, psicológicos.


Um beijo .

Clarinha.
video

D. Cacilda

A forma como vemos os fatos vividos, ou até mesmo como vivemos esses fatos, depende unica e exclusivamente de como olhamos e do que queremos ver.
Como olhar para um espelho.
Podemos ver tudo negro...tudo colorido...lamentar...ou agradecer, a sabedoria é que nos conduzirá !


Dona Cacilda é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão.
E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução.
Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.
Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, dei uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.Ela me interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.
- Ah, eu adoro essas cortinas...
- Dona Cacilda, a senhora ainda nem viu seu quarto... Espera um pouco...
- Isto não tem nada a ver, ela respondeu, felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não depende de como a mobília vai estar arrumada... Vai depender de como eu preparo minha expectativa.E eu já decidi que vou adorar.
É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.
Sabe, eu posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem...Ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.
- Simples assim?
- Nem tanto; isto é para quem tem autocontrole e exigiu de mim um certo 'treino' pelos anos a fora, mas é bom saber que ainda posso dirigir meus pensamentos e escolher, em consequência, os sentimentos.
Calmamente ela continuou:
- Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida.
A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou.
Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidades na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de Lembranças.
Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Páscoa das Crianças

Olá Queridas Amélias, seguidores e perseguidores. Nossa vocês se lembram de mim ainda? srsrs

Gente... estou trabalhando muuuuito, por isso estou um pouco em falta com vocês. Mas a Amélia Fátima não está deixando a desejar e está mandando ver no comando do blog, durante essa nossa ausência justificada! Minha e da Clara.

Mas entre uma correria e outra, ainda tive um tempinho de preparar um dia muito especial em minha casa, a "Páscoa das Crianças"!!! Olha só no que deu:



Foi divertido e muito LINDO!

E como não poderia ser diferente nós entramos na dança literalmente!!!!

As queridas Lara e Luana , sobrinhas da Amélia Fátima !

Olha a galerinha botando pra quebrar..literalmente!!!


Aproveito também para agradecer as minha amigas Tais e Erica que toparam na hora e colocaram a mão na massa, à mãe da Erica que não mediu esforços para fabricar os bombons fresquinhos e na hora, as Amélias Clara e Fátima, que CLARO! não ficaram de fora dessa; as amigas Tate e Paty e, principalmente às mães dos pequenos travessos que os deixaram sob nossa responsabilidade e cuidados o dia todo!!!!! Cá entre nós, elas foram corajosas!! rsrsrsr

A Decoração ficou por conta da Amélia Fátima... claro!!!

Mas correu tudo bem. Fora o fato de meu cachorrinho estar com dor de barriga até agora de tanto lamber os granulados do chão, de os brigadeiros terem ficado até salgados, de eu ter encontrado na minha pia do lavabo tres brigadeiros entupindo o ralinho... fora isso foi demais!!!!!



Valeu!!!

Bjs
Cissa.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Carnaval de Veneza .

Continuando com a blogagem colorida da amiga Glorinha, do Café com Bolo,

http://cafecomglorinha.blogspot.com/


VAMOS HOJE DE AZUL ... uma das cores de que mais gosto !!!

Carnaval de Veneza.



Origem do nome " Carnaval "

Hoje é quase consensual que a palavra Carnaval originou-se de carne + vale (do latim: caro, carnis = carne; vale = adeus), ou ainda da expressão carne levare ou carnilevamen. As duas expressões têm sentido quase idêntico: suspensão da carne, abstenção de carne.



Muitos pensam que o Carnaval é uma festa típica do Brasil. Mas toda essa farra existe desde a Antiguidade e vem de muito longe.
O Carnaval originário tem início nos cultos agrários da Grécia, de 605 a 527 a.C. Com o surgimento da agricultura, os homens passaram a comemorar a fertilidade e produtividade do solo.
O primeiro foco de concentração carnavalesca se localizava no Egito. A festa era nada mais que dança e cantoria em volta de fogueiras. Os foliões usavam máscaras e disfarces simbolizando a inexistência de classes sociais.
Depois, a tradição se espalhou por Grécia e Roma, entre o século VII a.C. e VI d.C. A separação da sociedade em classes fazia com que houvesse a necessidade de válvulas de escape
O Carnaval chega em Veneza para, então, se espalhar pelo mundo. Diz-se que foi lá que a festa tomou as características atuais: máscaras, fantasias, carros alegóricos, desfiles
O Carnaval de Veneza surge a partir da tradição do século XVII, onde a nobreza se disfarçava para sair e misturar-se com o povo. Desde então as máscaras são o elemento mais importante deste carnaval. A festa carnavalesca de Veneza tem duração de 10 dias. Durante as noites realizam-se bailes em salões e as companhias conhecidas como compagnie della calza realizam desfiles pela cidade. Entre as mais conhecidas estão Os Antigos e Os Ardentes.
Os trajes que se usam são característicos do século XVIII, e são comuns as maschera nobile, ou seja, máscaras nobre, caretas brancas com roupa de seda negra e chapéu de três pontas. Desde 1979 foram sendo somadas outras cores aos trajes, embora as máscaras continuem a ser brancas, prateadas e douradas

O Carnaval de Veneza, na Itália, é diferente em estilo, ritmo e espírito de qualquer outro carnaval. Já em suas raízes é uma celebração de elite, intelectualizada, embora hedonística. As fantasias e as famosas máscaras venezianas inspiram-se na elegância e bom gosto dos trajes dos séculos XVII e XVIII, ou nas personagens da Commedia Dell´Arte, em que figuram os nossos conhecidos pierrôs, colombinas e polichinelos.



“O carnaval é uma tradição cristã.
É o único momento em que podemos quebrar as regras da religião da política e da moral. É um momento de liberdade e a liberdade significa brincar com a identidade. Não poderíamos ser reis príncipes imperadores todo o ano, só no Carnaval”.

As máscaras recriam figuras da mitologia, da história e da “Comedia del arte”, uma tradição teatral baseada na improvisação que dominou os palcos entre os séculos XVI e XVIII.

domingo, 11 de abril de 2010

Ajuda ao Rio de Janeiro

A pedido da querida Fabiana, do Figos e Funghis, hoje vou participar da blogagem coletiva para ajudar as vítimas da enchente do Rio de Janeiro.
Acredito que se cada um puder fazer um pouquinho, juntos conseguiremos ajudar estas pessoas que perderam tudo de forma tão trágica.
Agradeço a todos que nos ajudarem na divigulgação.
Beijo.
Fátima.

POST DA FABI
Oi pessoal, o post de hoje é um apelo para quem mora aqui no Brasil e tem possibilidade de ajudar as vítimas dos desastres no Rio de Janeiro, que aconteceram esta semana como temos acompanhado. Muitas pessoas ficaram sem suas casas, sem seus pertences e sem seus familiares, infelizmente.


Estas pessoas, que apesar de tudo conseguiram sobreviver agora precisam de nossa ajuda para poderem erguer a cabeça e começar tudo denovo. Qualquer coisa neste momento ajuda: roupas, calçados, alimentos não perecíveis, água mineral, produtos de higiene pessoal, colchonetes, cobertores, enfim, eles precisam de tudo, e se cada um de nós conseguir fazer um pouquinho que seja, tenho certeza que o resultado será minimizar a dor dessas pessoas que estão sofrendo tanto.

Vou colocar aqui uma lista dos pontos de recolhimento de doações nas capitais do RJ, MG e SP que estão divulgando arrecadação de doações. Assim, se você quiser e puder ajudar colaborando com aquela roupa que você não usa mais, aquele calçado que está esquecido no seu armário, alimentos que estão na sua despensa, ou com qualquer outra coisa, já saberá onde entregá-las. Para quem quiser informações detalhadas sobre postos de atendimento no RJ, o blog http://amorepazsemfronteiras.blogspot.com/ tem mais informações.

Ontem eu estive no Estádio do Morumbi, aqui em SP fazendo a minha doação, e os arrecadadores das doações disseram que o que eles menos receberam até aquele momento eram calçados, produtos de higiene pessoal e água mineral.

DOAÇÃOES DE ROUPAS E ALIMENTOS:

Em Belo Horizonte/ MG – Avenida Prudente de Morais, n.º 44 – Sala 503 e na Rede Super – Avenida Olegário Maciel, n.º 2181 – Lourdes, Belo Horizonte/MG.

Em Niterói/RJ - Igreja Evangelica Cristã Aliança: Rua Desembargador Lima Castro, n.º 126 – Loja 106 – Fonseca – Essa igreja fez parceria com a Associação dos moradores para arrecadações. Quem preferir depositar a doação pode fazer na conta da igreja: Banco Itaú – Ag. 5649 – C/C: 00093-1.

Igreja Metodista em Icaraí: Rua Mariz e Barros, n.º 163, Niterói/RJ – CEP: 2612-1143.

Em São Paulo/SP - No Estádio do Morumbi, foi montada uma tenda no estacionamento para receber as doações, no estacionamento do Portão 1. A tenda funcionará das sete da manhã às oito da noite, até domingo (11/04), quando as carretas sairão do local levando o material a ser entregue ao governo do Rio. A expectativa é arrecadar até 400 toneladas.

Em todas as lojas dos hipermercados Walmart.

Nas rodoviárias do Tietê, Barra Funda e também na Rodoviária de Campinas/SP.
PROPOSTA SOLIDÁRIA AOS BLOGUEIROS: Vamos fazer uma blogagem coletiva solidária pelos desabrigados do RJ? Se cada um dos leitores que tiver um blog puder copiar e colar esta minha postagem e divulgar os endereços de arrecadação, muito mais pessoas ficarão sabendo das doações e poderão contribuir também!
Se alguém souber de mais pontos de arrecadação em outras capitais do país por favor me avisem que eu vou atualizando o post.

Obrigada!
Fabiana Pinfildi

quarta-feira, 7 de abril de 2010

"O Tempo passou e me formei em Solidão "


Hoje acordei com uma certa nostalgia me incomodando , sabe quando o dia está chuvoso e frio, e parece que você também se sente meio assim...
Sentindo saudade do que já foi e também do que não foi e nunca será !
Uma vontade de voltar pra onde foi feliz , onde teve paz e carinho, mas constata que também lá tudo mudou ou que lá nem existe mais ...
Uma vontade de ver e falar com quem não vai te magoar e vai te entender, mas eles também não estão mais lá...
Aí você não sabe muito o que fazer com suas vontades e recordações , e fica só sentindo aquela coisa doida sem ver muita saida , pois parece que tudo perdeu um pouco do seu encanto ...
Você consegue me entender !!!!

Foi aí que pensei nesse texto, pois também lembrei como as coisas eram lá ...lembra, o lugar ou o tempo que eu disse que queria voltar e tal .........




"Sou do tempo em que ainda se faziam visitas.


Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido.
Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé.
Geralmente, à noite.

Ninguém avisava nada, o costume era chegar de pára-quedas mesmo.
E os donos da casa recebiam alegres a visita.
Aos poucos, os moradores iam se apresentando, um por um.

– Olha o compadre aqui, garoto! Cumprimenta a comadre.
E o garoto apertava a mão do meu pai, da minha mãe, a minha mão e a mão dos meus irmãos. Aí chegava outro menino. Repetia-se toda a diplomacia.

– Mas vamos nos assentar, gente. Que surpresa agradável!

A conversa rolava solta na sala. Meu pai conversando com o compadre e minha mãe de papo com a comadre. Eu e meus irmãos ficávamos assentados todos num mesmo sofá, entreolhando-nos e olhando a casa do tal compadre.
Retratos na parede, duas imagens de santos numa cantoneira, flores na mesinha de centro... Casa singela e acolhedora. A nossa também era assim.

Também eram assim as visitas, singelas e acolhedoras. Tão acolhedoras que era também costume servir um bom café aos visitantes.
Como um anjo benfazejo, surgia alguém lá da cozinha – geralmente uma das filhas – e dizia:
– Gente, vem aqui pra dentro que o café está na mesa.

Tratava-se de uma metonímia gastronômica. O café era apenas uma parte: pães, bolo, broas, queijo fresco, manteiga, biscoitos, leite... Tudo sobre a mesa.
Juntava todo mundo e as piadas pipocavam. As gargalhadas também.

Pra quê televisão? Pra quê rua? Pra quê droga?
A vida estava ali, no riso, no café, na conversa, no abraço, na esperança... Era a vida respingando eternidade nos momentos que acabam....

Era a vida transbordando simplicidade, alegria e amizade...

Quando saíamos, os donos da casa ficavam à porta até que virássemos a esquina. Ainda nos acenávamos.
E voltávamos para casa, caminhada muitas vezes longa, sem carro, mas com o coração aquecido pela ternura e pela acolhida.
Era assim também lá em casa. Recebíamos as visitas com o coração em festa... A mesma alegria se repetia.
Quando iam embora, também ficávamos, a família toda, à porta. Olhávamos, olhávamos... Até que sumissem no horizonte da noite.

O tempo passou e me formei em solidão.
Tive bons professores: televisão, vídeo, DVD, e-mail...
Cada um na sua e ninguém na de ninguém. Não se recebe mais em casa.
Agora a gente combina encontros com os amigos fora de casa:
– Vamos marcar uma saída!... – ninguém quer entrar mais.

Assim, as casas vão se transformando em túmulos sem epitáfios, que escondem mortos anônimos e possibilidades enterradas. Cemitério urbano, onde perambulam zumbis e fantasmas mais assustados que assustadores.

Casas trancadas.. Pra quê abrir?
O ladrão pode entrar e roubar a lembrança do café, dos pães, do bolo, das broas, do queijo fresco, da manteiga, dos biscoitos, do leite...

Que saudade do compadre e da comadre
... "

Crônica escrita por José Antônio Oliveira de Resende
Professor de Prática de Ensino de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras, Artes e Cultura, da Universidade Federal de São João del-Rei.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

A Fada das crianças

A amiga Glorinha do "Café com Bolo"
http://cafecomglorinha.blogspot.com/ , tomada de disposição entusiasmo e muita criatividade, está propondo a blogagem coletiva para colorir a blogosfera , e por que não... a vida !!!!!!!!!!!

Hoje é dia do ROSA.

Pensei então em Fernando Pessoa, de quem sou fã fervorosa , com esse poema que tem tudo a ver com cor proposta.


Do seu longínquo reino cor-de-rosa,
Voando pela noite silenciosa,
A fada das crianças vem, luzindo.
Papoulas a coroam, e, cobrindo
Seu corpo todo, a tornam misteriosa.




.
À criança que dorme chega leve,
E, pondo-lhe na fronte a mão de neve,
Os seus cabelos de ouro acaricia
- E sonhos lindos, como ninguém teve,
A sentir a criança principia.


E todos os brinquedos se transformam
Em coisas vivas, e um cortejo formam:
Cavalos e soldados e bonecas,
Ursos e pretos, que vêm, vão e tornam,
E palhaços que tocam em rabecas...





E há figuras pequenas e engraçadas
Que brincam e dão saltos e passadas...
Mas vem o dia, e, leve e graciosa,
Pé ante pé, volta a melhor das fadas
Ao seu longínquo reino cor-de-rosa





Fernando Pessoa.

domingo, 4 de abril de 2010

Jesus Cristo, homem que uniu contrastes


Morreu na cruz perdoando a humanidade,
Saboreou a glória do anonimato,
Surpreendeu a todos com seus atos.

No campo da emoção tinha segurança
Mas, por trás dela, a sensibilidade.
Juntou todos numa só aliança
E ao mesmo tempo permitiu a liberdade.

Nenhum homem foi tão honrado,
Também nenhum outro permitiu tamanha humilhação.
Tudo lhe era inabalado
Até mesmo na hora da crucificação.

Transparecia muita simplicidade.
Mesmo com a grandeza do seu poder,
Fazia com a sua humildade,
O rico, do seu degrau descer.

Jamais veremos maior prova de amor:
Alguém, por nós, morrer na cruz.
Só ELE, o Mestre e Senhor,
Só ELE, Cristo Jesus.

(Poetisa: Paloma Andrade Pinheiro)




Desejamos a todos amigos (as)



FELIZ PÁSCOA !!!!!!


Amélias Cissa , Clarinha e Fátima.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails