terça-feira, 19 de outubro de 2010

Ego em preto e branco



Hoje resolvi escrever para mim, revelar-me como sou, e gritar para minha alma todas as verdades deste meu mundo sem pudor, quero perder-me nas palavras sem medo, e em cada letra revelar um novo segredo.
Fui criança que cresceu mimada, longe da dor das palmadas, fiz da minha vida o meu circo, e de palhaço também fui o bicho, e neste meu picadeiro de louco aprendiz, sempre uma nova telespectadora foi a atriz.
Brinquei sempre com todas as emoções, sem me preocupar com as dores dos corações, de Rei virei plebeu, e foi assim que meu sonho se perdeu, a única voz que sempre escutei foi a da minha consciência, mas ela acreditava em minha inocência. Por isso hoje me declaro culpado, por todos os meus erros do meu passado, mas sei também que sempre tive uma esperança, de encontrar alguém que me reconheça criança.
Uma mulher; para me amar e ser amada, e que eu possa chamar de eterna namorada, mas por enquanto me resta a caminhar, e por meu caminho a minha culpa arrastar, mas vou sem deixar pegadas, pois tenho medo do que fica na estrada, nada que deixa rastro é feliz, por que o que fica é cicatriz. Eu sei que já me perdi há muito tempo, mas mesmo assim eu sigo este vento, que me sopra para este deserto, onde o que é tolo fica esperto.
E neste meu texto de reflexão, quero tirar alguma explicação, para toda esta minha redundância, de encarar a vida sem medos da circunstância, e se mesmo assim eu nada entender, eu não irei parar de escrever, quero ser conduzido por estas palavras, mesmo elas me guiando por rotas apertadas, e quando eu conseguir chegar ao final só quero ter a certeza; que meu bem venceu o meu mal...

Saulo Prado

15 comentários:

Ju Fuzetto disse... [Responder]

Tão bonito!!

boa semana flor

Everson Russo disse... [Responder]

Tambem quero gritar pra esse meu louco mundo que eu preciso ser feliz,,,e tenho urgencia nisso, que eu preciso encontrar a minha paz,,,e minha estrela encontrar outra estrela nesse vazio céu...grande beijo de bom dia pra ti querida....fica com Deus.

Nilce disse... [Responder]

Que texto, Fátima, Ufa!
Adorei o desabafo contido nele, e serve para nós mulheres também a reflexão do rumo que tomamos na vida.
Adorei. Muito bom.

Bjs no coração!

Nilce

Isadora disse... [Responder]

Fátima, minha amiga, um texto belíssimo, mas que ao final me encheu de alegria.
Chegar ao final do caminho e saber que o nosso bem venceu o nosso mal. O que mais podemos querer?
Um beijinho

Sonhadora disse... [Responder]

Minha querida
Um texto para reflectir, pois está carregado de emoções e de vida real.
Adorei.

Deixo o meu beijinho
Sonhadora

Everson Russo disse... [Responder]

Minha linda,,,help...eu como um brasileiro comum, que não tem outro jeito na vida senão trabalhar,,,quando chego em casa pra relaxar,,,vejo o circo pegando fogo e um monte de galões de gasolina pra apagar,,,que tá acontecendo no submundo das nossas meninas,,,alias,,,cai de para quedas...rs..rs..rs...gostei da pergunta pra menina Re,,,mas menina Biff, digo Biffe, ou Riff,,,hoje tá com artilharia pesada....rs..rs...beijos de otima noite.

orvalho do ceu disse... [Responder]

Olá, Fátima querida
Olhasó com o que me identifiquei:
"...sei também que sempre tive uma esperança, de encontrar alguém que me reconheça criança"...
Lindo o que escreveu... no fundo de nós existe a nossa infante pronta a nos alegrar a vida...
Abraços fraternais e foi bom saber que vc é de Indaiatuba,em breve vou aparecer em Itaici...
Abraços fraternos

Marilu disse... [Responder]

Querido amigo, que bom que o bem venceu o mal. Lindo texto. Beijocas

Wanderley Elian Lima disse... [Responder]

Olá Saulo
A vida é uma busca constante por nós mesmos. A cada descoberta ,nova dúvida surge, e assim vamos caminhando e nos conhecendo eternamente.
Abraço

Everson Russo disse... [Responder]

Paz total no mundo minha querida,,,paz total...rs..rs...beijos de bom dia...

..."re"... disse... [Responder]

O poema requer sensibilidade extra para entender toda a importante mensagem que carrega. A luta do ser contra o ego patológico, luta diária e eterna.

Fatiminha...
Definitivamente tu não existe!
Pena eu ter lido apenas pela manhã o teu boa noite para as crianças, mas eu dormi muito bem, apesar dela brigar comigo até no sonho. Pode isto?
Enquanto que outros....sei não.
Alguém deve ter feito xixi na cama com certeza.kkkkkk

Passada a tormenta vem a calmaria. uffa! ainda bem né.! Menina que foi aquilo?
Eu ja havia dito que não era fácil, tu e o poeta sentiram agora o poder da loira . Imagine, eu quieta no meu canto, e levando porrada e pior, há quilometros de distância hem!
É amor demais, eu sei. kkkkkk

Me perguntaste sobre o que falei do Poeta? Sei de nada não, pra certas perguntas esqueço as respostas assim, num passe de mágica. kkkkkkk

Agora chega aqui bem pertinho , preciso falar-te ao teu ouvido. Tens um terço? Se não tiveres compra um e reza 200 Padre nosso, 270 Ave-Maria, acenda 130 Vela branca e preta pra espantar a coisa.

Faça tudo isto em nome da bendita Camiseta. kkkkkk
Agora se depois de tudo não chegar, então, desista, ou va buscá-la pessoalmente, ela vai adorar.
E não precisa levar guarda-costas viu, ela te ama. Não corre perigo algum. kkkkkk

Montão de besos....Te gosto

Tati Pastorello disse... [Responder]

Oi Fátima, que texto forte! Daqueles que nos fazem olhar para dentro...
Queria te dizer que tem um carinho para você no meu blog. Olha, não precisa trazer para cá, se não quiser. Entenda como uma lembrança e um carinho, está bem? Mas se responder, me avisa! hehehe
Beijos.

welze disse... [Responder]

pura delícia ler esse texto. adorei

Colecionadora de Silêncios disse... [Responder]

Olá, Meninas!

Estou aqui conhecendo o espaço de vcs e adorei tudo! Ótimos textos!

Sigo vcs...

Beijos

Yoyo disse... [Responder]

Fátima minha flor,
Que saudades!
Como sempre, você nos presenteia com textos lindos.
bjo no core















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails