sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Geração de Pais Decididos

Somos a primeira geração de pais decididos a não repetir com os filhos os erros de nossos genitores. E com o esforço de abolir os abusos do passado, somos os pais mais dedicados e compreensivos, mas, por outro lado, os mais bobos e inseguros que já houve na história. O grave é que estamos lidando com crianças mais espertas, ousadas, agressivas e poderosas do que nunca.

Parece que, em nossa tentativa de sermos os pais que queríamos ter, passamos de um extremo a outro. Assim, somos a última geração de filhos que obedecem a seus pais e a primeira geração de pais que obedecem a seus filhos. Os úlimos que tiveram medo dos pais e os primeiros que vivem sob o jugo dos filhos. E o que é pior, os últimos que respeitaram os pais e os primeiros que aceitam que os filhos lhes faltem com respeito.

À medida que a permissividade substituiu o autoritarismo, os termos das relações familiares mudaram de forma radical, para o bem e para o mal. Com efeito, antes se consideravam bons pais aqueles cujos filhos se comportavam bem, obedeciam as suas ordens e os tratavam com o devido respeito. E bons filhos, as crianças que eram formais e veneravam seus pais. Mas, à medida que as fronteiras hierárquicas entre nós e nosso filhos foram-se desvanecendo, hoje, os bons pais são aqueles que conseguem que seus filhos os amem, e, ainda que pouco, os respeitem. E são os filhos quem, agora, esperam respeito de seus pais, pretendendo de tal maneira que respeitem suas idéias, seus gostos, suas preferências e sua forma de agir e viver. E, além disso, o patrocinem no que necessitarem para tal fim.

Quer dizer, os papéis se inverteram, e agora são os pais que têm de agradar a seus filhos para ganhá-los e não o inverso, como no passado. Isso explica o esforço que fazem hoje tantos pais e mães para serem os melhores amigos e “tudo dar” aos filhos. Dizem que os extremos se atraem.
Se o autoritarismo do passado encheu os filhos de medo a seus pais, a debilidade do presente os preenche de medo e menosprezo ao nos ver tão débeis e perdidos como eles.

Os filhos precisam perceber que, durante a infância, estamos à frente de suas vidas, como líderes capazes de sujeitá-los quando não os podemos conter e de guiá-los enquanto não sabem para onde vão. Se o autoritarismo suplanta, a permissividade sufoca. Apenas uma atitude firme e respeitosa lhes permitirá confiar em nossa idoneidade para governar suas vidas enquanto forem menores, porque vamos, à frente, liderando-os e não, atrás, carregando-os rendidos à sua vontade.

É assim que evitaremos o afogamento das novas gerações no descontrole e tédio nos quais está afundando uma sociedade que parece ir à deriva, sem parâmetros nem destino. Os limites abrigam o indivíduo, com amor ilimitado e profundo respeito.

Carlos Antônio L. Alencar – Texto Adaptado

32 comentários:

Cintia Branco disse... [Responder]

Fátima,

claro que em alguns aspectos sou mais permissiva que meus pais, mas por outro lado, nos aspectos essenciais, me assemelho muito a eles, com o que quero passar, o que preciso ensinar e principalmente com limites. Sou do tipo de mãe que aceita se o filho riscar a parede, desde que ele limpe depois e entenda que não pode fazer de novo, mas não aceito de forma alguma que meu filho bata boca comigo, ou me responda, ou faça algo que lhe é proibido.
Beijos e boa sexta

Taia Assunção disse... [Responder]

Excesso de permissividade pode ser ruim mesmo, amei o texto. Temos que ser coerentes e criar nossos meninos com pulso firme e muito amor, as vezes e tao dificil...tem coisas que doi mais em nos do que neles. Nao sou chegada em bacalhau, mas adoro abobrinha. Fiz o osso pro marido e ja comprei mais duas cartelas, ele adorou...rsrsrs. Beijocas!

Chica disse... [Responder]

É lindo e fazpensar esse texto.Ficou ótima tua adaptação,beijos,chica

Chica disse... [Responder]

É lindo e fazpensar esse texto.Ficou ótima tua adaptação,beijos,chica

JOANA CAMPOS disse... [Responder]

Oi Fátima que texto chacoalhante heim? Menina eu tento criar meus filhos no saudável normal e amigo ambiente possível, mas o MUNDO lhes mostram tantas coisas, que nos tiram a autoridade de vez em sempre não é?´Õh coisa custoza sô!

Esse. é um texto muito verdadeiro, vixe!

Amiga, obrigada pela visitinha lá no bloguito....Eu ando demorando pra aparecer, porque encontrei uma coisa que tá me contagiando menina, as costurices...menina tô amando costurar, e com isso fico em falta com as amigas, mas vou corrigir isso, pode crer!

beijos e ótima sexta feira procê!

Joana Campos

angela disse... [Responder]

Gostei demais da abordagem. Reflexiva e não moralista. Um texto que merece ser lido.
Parabéns pela escolha.
beijos

Amehlia Digital ! ® disse... [Responder]

Fatinha,
Que delícia de texto...que realidade encontrei em cada linha...
Exatamente o que penso, uma geração somente do sim...
Vc foi muito feliz na escolha e publicação, meditar nesse assunto me faz bem para corrigir erros com filha e sobrinhos (q tb são como filhos)...
Que possamos passar boa semente para nossos pequenos...
Gostei muito!! Só achei que faltou un cafezin fia....mode nóis prosiá mais...=D
Um bejim e tenha um lindo dia....

Everson Russo disse... [Responder]

O medo talvez seja sempre de querer o bem melhor dos filhos...não deixa los passar pelas dificuldades ja conhecidas,,,e muitas vezes isso até atrapalha....beijos de bom final de semana....nossas duas meninas já estão trocando amores..rs..rs..rs..

Wanderley Elian Lima disse... [Responder]

Acredito que no desejo de não repetir os erros de criação do passado, os pais hoje, estão ficando muito liberais e perdendo o controle da situação. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra, a de se chegar a um meio termo.
Bjux

Marilu disse... [Responder]

O melhor é sempre dar o exemplo, filhos criados com disciplina, com deveres, com educação com certeza serão grandes seres humanos. Beijocas

gorettiguerreira disse... [Responder]

Pode ser adaptado o texto, isso apenas reforça suas escolhas em boas postagens que passem e somem.
Bjs de luz.
Goretti

Luciana Klopper disse... [Responder]

é tão dificil lidar com isso, criar filhos é complicado demais...eu digo q o manual de instrução fica na placenta, mas a Dra joga fora!

Pelos caminhos da vida. disse... [Responder]

Criei meu filho com os conceitos e valores em que fui criada(consegui, fiz dele um gde e responsável homem hoje com 30 anos), por outro lado estou apanhando para criar minha filha de 12 anos e não estou conseguindo, meu Deus o mundo deu uma volta tão gde que os filhos de hoje nos assustam, querem mandar em nós pais, fazer o que querem, até onde iremos assim?

Postei hoje um texto maravilhoso, que tem algo a ver com o seu, vale a pena ver.

Um gde abraço.

Fim de semana de luz.

beijooo.

Fátima Guerra (Mellíss) disse... [Responder]

Querida
Incluo vc entre os anjos que, participando da minha vida, me ensinam e ajudam a ser melhor.
Beijo
Fátima Guerra

Riff disse... [Responder]

O texto é fantástico. Mais sempre exemplifico fatos q. aconteceram comigo, sentidos na miha pele, pois nada melhor do q. estarmos dentro do contexto. Então...Sou filha única vinda de um casamento de dois jovens lindos, de boa família, tidos como O CASAL IDEAL. E foram por quase 40 anos de união feliz.
Eu, tive a mesma sorte e fui na mesma linha, casei por amor e tive meu filho, tb. único. Porém, o DNA é algo assim fantástico, pq. por mais q. tentamos não cometer os mesmos erros que dos nossos pais, acabamos por cometê-los vez ou outra. Muitas das vezes incorporo as atitudes de meus pais comigo, fazendo o mesmo com o meu JP.
Porém querida amiga, Deus sempre nos presenteia com surpresas abençoadas. Meu filho parece q. é MEU PAI, tem uma postura mais séria, responsável, conservadora e me coloca na linha...É um anjo que me foi enviado. O seu comportamento para comigo e todos da família é de total proteção, afeto, amor e carinho com a preservação da familia. Incrível um menino de 15 anos já totalmente espiritualizado...ENTÃO, as vezes o rumo da estória muda...E aprendemos muito tb. com nossos filhos, pois mesmo estando na figura de PAIS e MÃES, estamos sujeitos a muitos erros e devemos baixar a guarda.

Bjitos amore mio. Amanhã rola aqui em casa o BACALHAU DA FATIMINHA....Obaaaaaa já comprei tudo, vou tirar fotos e te mandar lá da cozinha, toda descabelada, descança e com o prendedor no nariz por causa do futúm daquele cheirinho agradável do dito cujo que eu AMOOOOO. Isto se. conseguir visualizar a câmera após o rango e os gorós. kkkkk

Everson Russo disse... [Responder]

Beijo carinhoso de bom sabado pra ti querida...to adorando o papo....

legalmente loira... disse... [Responder]

Oi amiga, vim matar a saudade e pedir desculpas pela ausência, a vida é feita de pausas e estou fazendo a minha logo volto.
otimo final de semana com bjos

Everson Russo disse... [Responder]

Uma semaninha toda linda pra ti amiga,,,muita paz e carinho,,,,beijos e beijos....

Nilce disse... [Responder]

Oi, Fátima.

Realmente os valores se inverteram. Isso me assusta muito, pois mesmo sem ter chegado ao extremo com os meus, agora adultos, do mesmo jeito sou cobrada.
A sociedade impõe regras sem limites, e agora é o governo querendo interferir na Educação de nossos filhos, deixando de lado o Conhecimento que seria a sua parte.
Um absurdo.

Bjs no coração!

Nilce

Everson Russo disse... [Responder]

Uma semana recheada de coisas boas pra ti querida,,,paz,,,carinho e amor,,,e claro,,,muita poesias,,,e se precisar,,,estamos ai pra separar nossas meninas...rs..rs....beijos e beijos.

Fátima Guerra (Mellíss) disse... [Responder]

Querida
Nada melhor do que um carinho para desejar uma semana feliz.
Conte com o meu!!
Beijo
Fátima Guerra

..."re"... disse... [Responder]

Fatiminha...

Não vou contar toda minha historia, mas com 15 anos criei asas, sai de casa fui morar sozinha, com incentivo e apoio de minha Mamys que era Psicóloga.
O que posso dizer-te é que sofri muito mas não me arrependo, agradeço por tudo que conquistei e dou mérito a ela. Sou uma pessoa independente, uma profissional competente e bem remunerada e almejo muito mais ainda.

Não sei dizer-te o que é ser adoslecente, pulei esta fase e qd na faculdade enquanto os meus amigos saiam pra festas em final de semana, eu ficava estudando,
Eu era uma pessoa extremamente reservada até aparecer esta Loira doida na minha vida. Nem sei como aconteceu, ou melhor, sei sim.
Foi por causa deste meu canto que amo é minha vida.

Confesso que mudei meus conceitos por causa desta amizade linda. Devo muito a ela.
Mas tbm não liberei geral não. Sou de poucas palavras.

Não sei o que dizer sobre Pais e Filhos, mas acredito que muito do que acontece com filhos é culpa dos Pais, é muito passar a mão na cabeça e dizer tudo bem, e pra compensar o erro ganha carro, moto, viagem, enfim....
É preciso diálogo e rédea curta, senão!
Sei lá se estou dizendo besteira, mas é o que vejo e ouço por ai. Não tenho filho, nem pretendo. Fico com meus bichinhos.
Mas o texto é bem interessante.

Doce beso ....te gosto muito
Ta liberada do castigo viu...
Tens sorte, de estar viva, não por minha causa, mas....
Reze e agradeça. kkkkkkk

Cantinho She disse... [Responder]

Oi Fátima, sensacional mesmo esse texto, adorei!

Beijo, beijo!
She

Pelos caminhos da vida. disse... [Responder]

Hoje meu filho está aniversariando, fiz uma homenagem para ele, quer compartilhar ela comigo?

beijooo.

Everson Russo disse... [Responder]

Grande beijo de carinho e bom dia pra ti minha amiga querida....fica com Deus.

Pelos caminhos da vida. disse... [Responder]

Obrigada amiga por ter compartilhado a homenagem que fiz para meu filho ontem.

beijooo.

Ana Gaúcha _Professora disse... [Responder]

isso é DEZ!!!
É FATO!!!
-
Parece que, em nossa tentativa de sermos os pais que queríamos ter, passamos de um extremo a outro. Assim, somos a última geração de filhos que obedecem a seus pais e a primeira geração de pais que obedecem a seus filhos. Os úlimos que tiveram medo dos pais e os primeiros que vivem sob o jugo dos filhos. E o que é pior, os últimos que respeitaram os pais e os primeiros que aceitam que os filhos lhes faltem com respeito.
-------
bjsssssssssssssssssss//

Everson Russo disse... [Responder]

Beijo supercarinhoso pra desejar um dia de paz e muitas realizaçoes...

Graça Pereira disse... [Responder]

Minha Querida
Gostei desta crónica! Talvez a geração de agora passe um pouco por aí... Eles são donos das novas tecnologias...navegam na Net e têm acesso a tudo...estão munidos de "armas" que na nossa geração não tínhamos (pelo menos na minha...onde nem televisão havia...que bom!)
Contudo (na minha experiência de 30 anos como mãe) acho que o amor e o respeito é o fio de prumo destas relações...solta-los quando virmos que ganharam asas mas....sempre com o nosso olhar distante e prontas a acudi-los quando eles precisarem...
Depois...a estrada é deles...têm também de dar cabeçadas, encontrar obstáculos para aprenderem a orientar-se na vida.
Tive uns pais maravilhosos que nos criaram com amor , muita liberdade mas tambem com responsabilidade e respeito. Faço o mesmo com o meu filho e acho que resultou.
Dialogamos muito, porque ambos temos "loucura" pelos livros e pelo cinema.Há muitos pontos de encontro entre nós...Acho graça que, quando ele tráz a namorada ela diz: Vocês nem parecem mãe e filho, parecem dois amigos"
E eu digo-lhe: Mas nós somos dois amigos!!!
Beijos e parabens por este artigo!
Graça

Glorinha L de Lion disse... [Responder]

Saudades de vc minha amiga!Sábias palavras desse texto! Vim agradecer seu carinho por mim no meu niver.
Obrigada de coração! Fiquei muito feliz por me sentir tão amada. Temos que nos "ver" mais né? gosto muito de vc! Beijo grande.

Everson Russo disse... [Responder]

Venho agradecer seu carinho e suas palavras no blog da maluquinha dois, sabe? foi uma definição na pinta,,,eu me sinto aquele bolinha no clube da luluzinha,,,,voce bem sabe,,,uma hora a gente tá lá,,,segurando as pontas,,,elas estão brigando,,,na outra,,,esquivando,,,elas estao se bicando e provocando,,,rs,,rs,,rs,,,em outras,,,fazendo gozação....ironias,,,mas no fim...foi o que eu disse pra re...é muito bom ver esse carinho que elas tem,e nada melhor que uma demonstração,,,,o maior perigo,,é se sentir leve e feliz...beijos e carinhos pra ti...

Anônimo disse... [Responder]

Tudo bem!Eu desvairava exausto de pesquisar formas de ganhar dinheiro online ate que descobri uma pagina para obter dinheiro sem arriscar para casino gratis,aprecieimuito!
Coloco aqui a url para a comunidade http://www.otherlanguages.pokersemdeposito.com/ !
Cumps















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails