sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Amigas...




Olá pessoal,


Hoje recebi um e-mail muito especial, e resolvi publicá-lo aqui no blog. Claro que a autora dele me autorizou a fazer isso.

Aproveitando a inspiração, eu resolvi fazer uma pequena homenagem às minhas amigas, espero que elas gostem.

É só para lembrar o quanto elas são especiais.


Segue o e-mail:
"Olá meninasss!!!
Sabe... ontem, quando a Ana falou aquelas coisas... eu fiquei com muita vontade de falar outras coisas... rsrs... coisas que ja tive vontade muitas vezes de falar pra vocês, mas que sei que vai ser só começar a falar... e pimba, choradeira!!! Não que eu seja chorona... rsrs! Quando terminei com o Fred, achei que perderia vocês... afinal, são amigas dele! Ou namoradas e esposas dos amigos dele... e eu tive a certeza de que teria que me distanciar de vocês, para não invadir o espaço dele, entendem?! E isso me fez sofrer muito!
Mudei pra Indaiatuba sem conhecer ninguém... e ganhei "amigas de infância"... rsrs... não queria perdê-las... mas não me achei no direito de me enfiar na turma que não é a minha... é a dele que eu peguei pra mim!!! rsrs! Por isso me distanciei de vocês no começo... pra não ser enxerida! Mas nada disso aconteceu!!! Ufa... que alivio!!!
Percebi que o que eu sinto por vocês, vocês também sentem por mim!!! E que por mais que não fiquemos juntas com tanta frequencia como antes, vocês são minhas amigas e nada pode mudar isso!!! Queria dizer a vocês que são muito especiais e importantes pra mim... que amo vocês demais... e que vocês me fazem muito bem!!!
Acho ainda que com o tempo, ficaremos cada vez mais distantes... a vida vai nos levar pra caminhos diferentes e teremos que nos ver cada vez menos! Mas espero que independente do tempo que fiquemos longe, e de que caminho nossas vidas tomem... sejamos sempre amigas! E que a cada vez que fizermos um "encontro das meninas" seja igual! Divertido e sincero!!! Não escrevo bonito como a Cissa e a Clara... mas é do fundo do coração!!! rs! (Putz grila... pensei que escrevendo não ia chorar... mas não rolou! hehehe)
Obrigada por serem minhas amigas!!! Vocês nem imaginas o quanto são importantes para mim!!!Amo muito vocês!!!
Beijo grande... bom fim de semana!"

****************

"E eu que cheguei a pensar um dia que mulheres não são unidas, que meninas são sempre rivais e que nós nunca conseguiríamos ter vida própria. Do tipo ser independente a ponto de chegar num barzinho sozinha, ou coisa parecida.
De, simplesmente, se arrumar pra sair, e sair. Encarar uma balada sem ligar pra ninguém antes, sem ter medo de ficar sozinha, sem ter vergonha de chegar num lugar e não conhecer ninguém, ou não ser identificada logo na entrada por um rosto conhecido.
Afinal, não é assim que eles fazem?
Eles saem sozinhos. Eles sempre tiveram mais amigos, mais parceiros e colegas do que nós. Eles nunca deixaram de ir porque não tinham companhia naquele dia, ou porque o "melhor amigo" não ia sair.
Eles geralmente são cúmplices e estão sempre dispostos a livrar a barra uns dos outros. Eles fazem encontros e programas entre si, não importa se nós estaremos lá ou em outro lugar. Eles sempre entram nos lugares e conhecem todo mundo. Eles sentam em qualquer mesinha. Eles conversam entre si, independente de terem intimidade ou não.
Talvez, algumas de nós, não tenhamos vida própria mesmo; do tipo ser independente a ponto de chegar na balada sozinha. Talvez eu nunca me arrume e saia sozinha. Talvez eu fique em casa o resto da minha vida se a minha "melhor amiga" assim também o fizer.
Talvez eu não minta nem por ela.
Talvez as mulheres sejam um pouco rivais, mesmo. Talvez eu não sente na mesma mesa que aquela fulana. Talvez eu não cumprimente o bar inteiro.
E com certeza eu terei vergonha de chegar sozinha na balada, e jamais porei o pé pra fora de casa, sem que um rosto conhecido esteja me esperando na porta.
Talvez nós não saibamos fazer encontros ou programas sozinhas, talvez nós nem nos encontremos tanto quanto gostaríamos.
Talvez eu não tenha amigas desde a infância, e talvez as que tenho sejam apenas consequência do meu relacionamento.
Talvez elas não sejam eternas, talvez ele também não.
Talvez eu viva a vida dele, talvez a minha.
Mas mesmo assim.... eu jamais trocaria a experiência de ser mulher e, principalmente de ter AMIGAS.
Ainda que sejam poucas, ainda que eu não conheça o bar inteiro. Ainda que elas não livrem a minha barra, ainda que elas só existam porque eles as trouxeram até mim.
Não importa de onde vieram, nem como apareceram, e nem se elas ficarão ou não.
Importa o quão profunda é a amizade entre nós, mulheres.
Ah....eles não podem imaginar o tamanho e a intensidade de uma verdadeira amizade entre duas (ou mais) mulheres.
Eles não fazem idéia do quanto é especial o amor de uma, ou várias amigas.
Nossa amizade transpassa a barreira da cumplicidade.
Somos unidas sim, pelo coração e pela alma. Amamos uma amiga assim como a nós mesmas.
Talvez eu não saia mesmo sem elas, e daí? Talvez eu nem vá ao banheiro sozinha, mesmo. Talvez ela me deixe triste, um dia. Mas eu vou amá-la mesmo assim.
Talvez todas se casem e tenham filhos. Talvez nós percebamos a importância dos nossos pais, talvez a gente valorize mais a família.
Talvez o mundo vire pó ou tudo acabe em pizza. Mas sem dúvida a vida não seria a mesma se eu não tivesse AMIGAS COMO VOCÊS. E eu não seria a
mesma pessoa, e a vida seria muito mais dura se eu não pudesse contar com AMIGAS COMO VOCÊS."
Cissa

4 comentários:

Clarinha disse... [Responder]

Ai ai... meninas... acho que nem eh preciso dizer o quanto as nossas amizades são especiais... pois sempre quando fazemos algum programa e alguma de vcs não esta, não importa se estão todas menos uma soh, pois essa uma soh fara muita falta, pois cada uma tem um jeito, uma presença e uma importancia diferente da outra, agente simplesmente se completa e cada uma contribui um pouquinho para isso...
Eu as vezes sou meio ausente ao mesmo tempo que sou presente, sei que não sou daquelas que ligo todo dia, as vezes fico tempos sem falar com alguem, mas quando eh preciso quase sempre estou la, eh verdade que eu choro por namoros acabados, amizades afastadas, mas tambem choro quando faço telões, choro nos mil casamentos dessa turma, quando nascem os nenes, choro ate quando estamos baludas (isso eh meio raro, mas as vezes acontece, rsrs), confesso que sou meio "Danielzinho", tipo nossa turma eh de mais!!!
Amooooooooo vcs de coração!!!
beijos Clara.

Cissa Pigatto disse... [Responder]

Eu chorei. Acho que estou de TPM... será? Chorei com o e-mail da Má, com o comentário da Clara e até com meu próprio texto.
Muito bom sermos amigas, unidas, e apaixonadas!!!
Clara que tal um filminho daqueles de chorar até se esguelar para o próximo encontro? Semana que vem? ok?
bjss

Marília Barros disse... [Responder]

Meninas... amei a repercussão do meu e-mail!!! rsrs!!!

Nem tenho muito mais o que escrever aqui... só posso dizer que amei a resposta de todas vocês... e que essa choradeira dessa semana sentimental foi deliciosa!!! Tem coisa mais gostosa do que chorar de felicidade?!?! Chorar por saber que o que sente por alguem é reciproco... emoção deliciosa que amo sentir!!!
Sou chorona mesmo... estou chorando de novo agora!!! E vou chorar de novo cada vez que ler a resposta de cada uma de vocês!!!

Amo mesmooo!!!
Obrigada por tudo!!!

Tatiana disse... [Responder]

Sabe...
Mulheres sao mesmo um quebra-cabeça... Cada hora estamos de um jeito, dependendo dos acontecimentos diários, mas quando nos juntamos com nossas amigas tudo volta ao normal, voltamos a ter 20 anos, falamos coisas sem medir as palavras, damos risada a toa, e o melhor de tudo, vivemos cada minuto com muita intensidade e cumplicidade, isso para mim não é apenas amizade e também amor, nos amamos sim e muito né mulheres da minha vida?
Amo todas vcs e continuarei amando passe o tempo que passar...
Bjus do coração de cada uma!















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails