sexta-feira, 25 de setembro de 2009

UM MARLEY EM MINHA VIDA...

Uma coisa que nunca abri mão foi de ter cachorros.
Tudo bem que minha mãe sempre faz cara feia quando digo isso, pois realmente ela sempre ficou com a pior parte dessa historia!!!
Sei que muita gente não pode nem ver na frente, seja por medo ou preconceito, pois acham que bicho é bicho e não gente (eu tenho minhas duvidas, pois os meus só faltam falar!!!), e portanto não devem ser tratados como tal.
Nunca fui daquelas que trata o cachorro com muita frescura, sabe do tipo que leva em todos os lugares, dão comida na boca, compram do bom e do melhor e mimam ate não poder mais.
Mas também não critico e até acho legal.
Hoje mesmo, fui buscar meu namorado no aeroporto, estava la sentada, esperando, quando chegou minha sogra, minha cunhada e a Thiffany, a cachorrinha maltês.
Sentamos para tomar um refrigerante, e vi uma bolsinha rosa da “Kippling” e perguntei de quem era... era da Tiffany... como assim??? pois é, era dela e dentro tinha uma fralda especial para cães, pente, escovinha, papel higiênico, e um pãozinho caso desse fome nela...
A verdade é que, em maiores ou menores graus, as pessoas se identificam com eles, não tem jeito, principalmente quando são filhotinhos e nos olham com aquela carinha linda... eles podem destruir a casa e ainda assim continuamos achando eles lindos!!!
Semana passada assisti o filme Marley e Eu, me identifiquei de primeira, pois o filme conta a historia do cachorro e seus donos, mostrando os momentos de alegria, amizade, bagunças, lealdade e tristezas passadas lado a lado.
Eu amo muito meus cachorros, e literalmente tenho um Marley aqui em casa... o Chopp, um coker... é uma peste, bagunceiro, teimoso, “mijão”, pentelho, lindo, carinhoso, leal e amigo!!!
Tenho tantas historias dele...
Uma vez o cara do gás estava agachado trocando o bujão, e não deu tempo de nada... ele simplesmente levantou as perninhas e fez xixi nas costas do cara...
Entre tantas outras...
Ele é igualzinho ao Marley, ele que manda aqui em casa, confesso que não temos muito controle sobre ele!!!rsrs.
Tem a Hanninha também... uma poodle... essa é um caso a ser estudado... o dia que ela morrer não sei o que vai ser de mim!!!rsrs... mas é verdade, ela é demais, só falta falar...

Ela não sai de perto de mim, vive me seguindo por onde eu vou, e quando eu ou qualquer pessoa aqui de casa sai, ela fica deitada em frente a porta até a gente chegar, e quando chegamos ela faz uma festa (ninguém faz isso a não ser ela), ela nos recebe com uma alegria é como se não nos visse há anos. Ela conheçe a jeito de cada um aqui de casa, sabe quando estamos felizes, e quando estamos tristes parace que ela quer nos consolar!!!
Ela nos olha nos olhos... tudo bem vai, para alegria de muitos que só sabem tirar sarro dela... ela nos olha com o unico olho que tem... rsrs... (ela nasceu sem um olhinho!!!).
O amor do nosso cãozinho é incondicional, mesmo que nós briguemos com eles, sejamos pobres ou ricos, feios ou lindos, gordos ou magros, altos ou baixos, dependente de qualquer religião ou condição social, dos momentos ou de qualquer coisa, eles continuam nos amando, e isso deveria servir de um grande exemplo para nós.
O fato é que só quem já teve um cão sabe como esses bichinhos fazem parte de nossas vida. Das alegrias que nos proporcionam e das lições de vida que nos dão.
São parte da família.
Quando se vão, é uma tristeza sem fim, nem quero comentar sobre as perdas que ja tive e muito menos de pensar nas que ainda vou ter, apenas curto a presença deles dia-a-dia!!!
Se você não tem ainda um animal de estimação, principalmente um cão, adote um para você, tenho certeza que não se arrependera!!!
Todo mundo merece um "Marley" na vida!!!
Beijos

11 comentários:

Anônimo disse... [Responder]

Oi Clarinha,adorei sua história com os cachorros de sua casa.
grande beijo
Tia Re

Cissa Pigatto disse... [Responder]

Nossa... confesso que a cada texto da minha amiga irmã blogueira Clara eu fico em choque! E pensar que ela nem queria fazer o blog porque dizia que não tinha idéia e nem sabia escrever!!! Quem te viu, quem te vê!!!
Eu também tenho um marley.... Um dia conto sobre ele!!!
bjsss
Ameiiii!!!!

Clarinha disse... [Responder]

Hahahahha...
pois eh... as vezes me empolgo um pouco!!!
Mas ainda tenho muuuuuuito oque aprender... não sei "escrever", apenas vou escrevendo oque me vem na cabeça... mas um dia chego la!!!
beijosssssssssss

Nilza disse... [Responder]

Oi Clara com certeza uma das melhores coisas da vida é criar um cachorro sim,ou até varios, pois ele nos entende nos comprendem e melhor de tudo compartilha todos os momentos com a gente sem reclamar,e o melhor é que o amor é reciproco, por isso tenho as minhas Janis e Cindy.

ana maria disse... [Responder]

Quem me conhece, conhece meus cachorros, Billy , que divia se chamar joãozinho (o das piadas mesmo rsrsrsr) e a Lilica a gorda carentona.
Qualquer dia eles vão começar a pintar, pois não faltam uma aula se quer.
No inverno a Lilica esquenta os pés das alumas.
A imagem que estou vendo agora....o Billy na cama da Lilica e ela na do Billy,detalhe, o Billy é um yorkshaire e a Lilica uma Coker.
Bjs Clarinha, te adoroooooo!
Pikena

Clarinha disse... [Responder]

Ai Ana... posso ver a cena!!! eh uma comedia!!!
Mas vc eh um exemplo de tudo o que escrevi sobre os cães, pois eu e as meninas da aula pudemos acompanhar de perto o enorme carinho e dedicação com que vc cuidou da Belinha, que ja nem comia ou fazia as necessidades sem sua ajuda!!! E tb do amor que vc tem pelo "gigante"!!!!
Um beijão
Clarinha.

Beatriz disse... [Responder]

nossa que cachorros mais engrasados hahahhahaah... adorei conheço um cachorro que é igual a esses cachorros ele se chama chop ele e o cachorro da clarinha ele e muitoooooooo engraçado e muito inteligente adoro ele hahahahah...... beijos


Bibi

Bibi disse... [Responder]

nossa adorei esses videos a cissa tem muita rasão todos os comentarios da clarinha me da choque e muito legal parabens!!!!!!!!


beijos

Claudine Ribeiro G. Netto disse... [Responder]

Olá amiga, adoro cachorros, eles são fiéis e muito amigos, já tive vários, além de : pinto, amburguesa e coelho. Mas eu sofria muito quando acontecia alguma coisa com eles, então desisti de criar qualquer amimal. Gostei muito de sua postagem.

Bjs.

Gabriela disse... [Responder]

Claraaaaaaaaaaaa
Adoreiiii... Q lindo!!!
Tenho "uma" Marley aqui em casa, tenho certeza que ela entende as coisas melhor que muita gente! hehehehehe
Beijossssssss

Clarinha disse... [Responder]

Oi gente, obrigada pelos comentários!!! Sabia que seria assim, pois quando a gente fala sobre animais, principalmente cães, é muito diícil as pessoas não terem histórias para contar sobre eles, afinal como já ficaram conhecidos, são "o melhor amigo do homem", fazem parte da nossa vida!!!
Um beijão a todas.
Com carinho,
Clariha.















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails