terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Feliz Natal


"Você já parou para pensar que o ano se resume em apenas dez meses!
Sim, porque o resto é Natal!!!
Para alguns é tempo de gastar todo o dinheiro que conseguimos guardar durante todos àqueles infindáveis 10 meses até a chegada dessa data tão especial, ou de passar muita vontade por não poder comprar tudo que vemos nas vitrines.
Será só isso?
Para outros é tempo de rezar e agradecer à Deus pelas preces e bênçãos recebidas. Pela saúde obtida durante todo o ano, pelo filho que nasceu, pelo emprego conquistado, pela paz no mundo. (tá, esquece essa parte).
Se bem que para uma boa fatia da humanidade a reza nem é mais tão importante assim. E agradecer então virou démodé.
É, foi-se o tempo em que o Natal significava apenas o nascimento de Jesus!
Se bem que eu mesma nunca sei se o Natal é o nascimento de Jesus ou sua ressurreição.
Acho que é o nascimento. Me lembro que Jesus nasceu e ressuscitou ao terceiro dia. Não foi?
Mas então porque dia 28 de dezembro também não é feriado?
Estranho... como Jesus pode ter nascido e com apenas três dias de vida, já ter ressuscitado?
Devo estar confundindo alguma coisa.
Eu sempre faltava às aulas de catecismo... agora deu no que deu.
Nunca sei se o carnaval é o nascimento, ou se no Natal é que Jesus foi crucificado.
Parece heresia! Mas acho que não sou a única pessoa que sofro dessa falta de memória bíblica!
Mas isso não significa que eu não tenha minha fé. Que eu não acredite piamente em Deus, no Espírito Santo, na bondade Divina, e, principalmente no espírito do NATAL!
Acho que cada pessoa é livre para acreditar, estudar e se dedicar à uma crença.
Mas também acho que independentemente disso a Fé em Deus está no coração e na alma. Com reza ou sem reza não posso compactuar com àqueles que não acreditam no verdadeiro espírito do Natal!
Há quem critique essa data, e diga que ela se transformou numa festa consumista e hipócrita! Há ainda aqueles que dizem que foi uma data “criada” apenas para o comércio vender mais.
Discordo. Para mim o Natal Vale a Pena.
Ainda que para alguns ele preste somente para trocar presentes, ainda que quase ninguém mais assista à missa do Galo, ainda que as crianças nem acreditem mais em Papai Noel... ou nem se lembrem realmente porque o Natal existe.
Ainda assim vale a pena.
Vale a pena dar presente e ver o quanto àquela pessoa se emocionou com seu cartão.
Vale a pena ver o sorriso daquela criança que ao ver o Papai Noel em carne e osso. Mesmo que ele seja meio magricela e esteja com o cabelo preto aparecendo em baixo da peruca.
Vale a pena cada minuto compartilhado com a família, ainda que no final da festa tudo acabe num grande barraco!
Vale a pena ver a família reunida ainda que seja somente uma vez no ano. E Vale mais ainda saber que com ou sem barraco o ano que vem eles estarão lá novamente para comemorar ao seu lado o próximo Natal!
Vale a pena relembrar os momentos vividos durante o ano que está chegando ao fim, ainda que eles tenham lhe feito sofrer.
Vale a pena passar à vésperas da ceia procurando “aquele” presente que você esqueceu!
Vale a pena levar cotoveladas na loja abarrotada de pessoas apressadas. Mas vale mais ainda sair na calçada e ver as luzinhas de natal brilhando!
Vale a pena se emocionar ao ouvir as mesmas músicas de Natal que você ouvia desde que era criança!
Vale a pena chorar nos comercias da TV.
Vale a pena lembrar DELE nem que seja por um minutinho antes da meia noite.
Um abraço de Feliz Natal não é igual à um abraço de Feliz Aniversário, ou de Feliz Páscoa!
Um abraço de Natal é dado com a alma! É sempre do fundo do coração.
Vale a pena saber quantas coisas você conquistou nesse ano, e quais se perderam na metade do caminho. E vale mais ainda saber que você poderá encontrá-las no próximo ano.
É no natal que você lembra das pessoas que se foram, é no Natal que a saudade aperta, mas é também no Natal que você lembra dos amigos que fez durante o ano que se despede.
É no Natal que você pára pra pensar.
Talvez em nenhum outro dia, ou em nenhuma outra ocasião você pense em você mesmo tanto quanto no Natal.
É no Natal que tudo acontece.
É quando você pensa sobre você. Sobre sua vida. Sobre seus sonhos e seus fracassos.
É quando, ainda que sutilmente ou mesmo em silêncio, você agradece à Deus pela vida abençoada que tem.
Porque o Natal é você quem faz".


(Cissa Pigatto, publicado na revista da Tribuna em 12/12/09)

4 comentários:

Mário Margaride disse... [Responder]

Olá, Fátima.

Peço desculpa por não ter respondido ao teu pedido, mas foi sem intenção.
Nunca mais lembrei!

Desde já, fica aqui o meu consentimento para postares o meu poema no teu blogue. É um prazer para mim.

Mais uma vez as minhas desculpas por não ter respondido na altura.

Um feliz Natal para ti!

Beijinhos

Mário

Valéria Russo disse... [Responder]

cissa..
passei pra desejar a vcs um natal de paz e prosperidade.
que o ano novo seja de realizações e felicidade.
bjuivos no coração.
loba.

Olavo disse... [Responder]

” A alma é invisível,
Um anjo é invisível,
O vento é invisível,
o pensamento é invisível, e,
no entanto, com delicadeza,
se pode enxergar a alma,
se pode adivinhar o anjo,
se pode sentir o vento,
se pode mudar o mundo com alguns pensamentos.”

Boas festas...

Olavo.

Everson Russo disse... [Responder]

Natal é na realidade uma epoca pouco entendida pelas pessoas, pra muitos se resume em gastos, presentes, fartura de comidas, infelizmente até bebedeiras, e na realidade, a verdadeira essencia, que o amor e o nascimento de Cristo ficam pra tras, e é nessa essencia que desejo a voce, paz, felicidades, união e harmonia em familia, muitos abraços sinceros e muito carinho....beijos na alma e um Feliz Natal pra voce e toda sua familia....















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails