segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Tudo Mentira


Esse texto tem muito a ver com a proposta inicial do nosso blog .
Essa correria e esse dilema que nós, mulheres, vivemos.
Trabalhar e não ter filhos... trabalhar e não vê-los crescer... não trabalhar.... .trabalhar e tentar conciliar tudo isso buscando a perfeição ... tentar ser super mulher.!

"Quantas mentiras nos contaram;"

foram tantas, que a gente bem cedo começa a acreditar e, ainda por cima, a se achar culpada , incompetente e sem condições de fazer da vida uma sucessão de vitórias e felicidades.

Uma das mentiras é a de que nós, mulheres, podemos conciliar perfeitamente as funções de mãe, esposa, companheira e amante, e ainda por cima ter uma carreira profissional brilhante.

É muito simples: não podemos.

Não podemos quando você se dedica de corpo e alma ao seu filho recém-nascido que na hora certa de mamar dorme e que à noite, quando devia estar dormindo, chora com fome.

Não dá para estar bem sexy quando o marido chega, para cumprir um dos papéis considerados obrigatórios na trajetória de uma mulher : a de amante .

Aliás, nem a de companheira; quem vai conseguir trocar uma idéia sobre a poluição da Baía da Guanabara ,se saiu do trabalho e passou no supermercado rapidinho para comprar uma massa e um molho já pronto para resolver o jantar, e ainda por cima está deprimida porque não teve tempo de fazer uma escova .

Mas as revistas femininas estão aí, querendo convencer as mulheres - e os maridos - de que um peixinho com ervas ao forno com uma batatinha cozida "al dente", acompanhado por uma salada e um vinhozinho branco é facílimo de fazer (sem esquecer as flores e as velas acesas).

Ah, quanta mentira.

Outra grande, diz respeito à mulher se vestir no capricho, usar sapato de salto e estar sempre maquiada; mas cedo se vão as ilusões .

Dizem que o trabalho enobrece, o que pode até ser verdade. Mas ele também envelhece, destrói e enruga a pele, e quando se percebe a guerra já está perdida .

Não adianta: uma mulher glamourosa e pronta a fazer todos os charmes - aqueles que enlouquecem os homens - precisa, fundamentalmente, de duas coisas: tempo e dinheiro .

Tempo para hidratar os cabelos, tempo para ir à hidroginástica, para ter uma massagista tailandesa e um acupunturista que a relaxe; tempo para fazer musculação, alongamento, fazer as unhas, depilação. E dinheiro para tudo isso.

É muito interessante a imagem da mulher que depois do expediente vai ao toalete, retoca a maquiagem, coloca os brincos, põe a meia preta que está na bolsa desde de manhã e vai, alegremente, para uma happy hour .

Felizes são as mulheres que têm cinco minutos - só cinco - para decidir a roupa que vão usar no trabalho; na luta contra o relógio o uniforme termina sendo preto ou bege, para que tudo combine sem que um só minuto seja perdido.

Mas tem as outras, com filhos já crescidos: essas, quando chegam em casa, têm que conversar com as crianças, perguntar como foi o dia na escola, procurar entender porque elas estão agressivas, porque o rendimento escolar está baixo .

E ainda tem as outras que, com ou sem filhos, ainda têm um namorado que apronta, e sem o qual elas acham que não conseguem viver.
Segundo um conhecedor da alma humana, só existem três coisas sem as quais não se pode viver: ar, água e pão .

Convenhamos que é difícil ser uma mulher de verdade.

Impossível, eu diria .

Parabéns para quem consegue fingir tudo isso.

Danuza Leão.

14 comentários:

Stella Tavares disse... [Responder]

Ah, que alívio! Ler este post aplacou em mim tnatas culpas que agora caem por terra! Infundadas! Obrigada pela lucidez com que foi tratada a realidade dos nossos dias!
Bjs

Principe Encantado disse... [Responder]

Gostei do texto bem realistico.
Abraços forte

Anônimo disse... [Responder]

Meu Deus....essa sou eu, ahahahha.
Quero matar essas pessoas que dizem "que se souber usar bem seu tempo, dá pra fazer tudo", MENTIRA.
O tempo é curto e insufuciente pra tudo que nós mulheres temos pra fazer.
Adoreeeeeeeeeeeeeeeeeei esse texto, Amélia Fátima.
Um abraço enorme, salvou meu dia!!!!!!
( vou mostrar pra minha SOGRA )

Mariete. C. Bornides. ( Ihéus )

LL disse... [Responder]

Que exagero!!!
Uma mulher é uma super-mulher mesmo! Eu sou uma super-mulher! Bem, na realidade há umas coisinhas que podem falhar... sei lá, no tempo da ginástica dou atenção aos filhos, no tempos do cabeleireiro e unhas dou atenção à cozinha que ficou de pernas para o ar na noite anterior porque o cansaço era tanto que adormeci na cadeira enquanto limpava os pratos para colocar na máquina... Pronto acabou-se a pontuação. Desisto...

Parabéns pelo texto!
Abraços
Luísa

Alceu A. Sperança disse... [Responder]

A ideologia molda as pessoas para ser aquilo que serve a quem domina.

No fundo, é tudo armado para que o ser humano fique escravo de "ordens superiores" que o façam um instrumento de enriquecimento dos interesses dominantes.

A mulher "ter" que perseguir ansiosa e depressivamente o papel de "bela e ativa", o homem "ter" que matar um leão por dia na competitividade agressiva com seus semelhantes são padrões ideológicos impostos para dar lucro a quem maneja os cordéis.

Fatima disse... [Responder]

É isso mesmo Stella, nada de culpa, só orgulho!
Que bom receber você aqui, provou do nosso quindim, ou do abacaxí?
Invado seu espaço sem pudor.
Bjs.

Fatima disse... [Responder]

Olá Mariete, isso mesmo, mostra pra sogra.
Volte mais vezes obrigada.
Bjs.

Fatima disse... [Responder]

Principe, respondi no seu blog.
Bjs.

Fatima disse... [Responder]

Luísa, é isso mesmo, a mulher por sí só já é SUPER.
E que ninguém se atreva a dizer o contrário, não é?
Volte sempre, adoramos as visitas .
Bjs.

Fatima disse... [Responder]

Sabe Alceu, nunca tinha visto por esse ângulo, prometo que vou rever com cuidado.
Gostei da visita, volte sempre.
Abraço.

Ju Fuzetto disse... [Responder]

Olá Flor, obrigada pela visita em meu blog!!!!!!!!
Adorei seu cantinho!
Parabéns!
Grande beijo!!!!!!!!!!!!!!

Laís D'Ponte disse... [Responder]

Fatima, querida!!!!!!!!!!!
É, ser mulher não é fácil. E eu, apesar de ter saído da adolescência faz pouco tempo e ter começado a enfrentar uma vida mais adulta esse ano, já percebo as grandes dificuldades de ser mulher.
Mulher se divide em mil.
É trabalho, estudo, correria. E ainda acha tempo, depois de um dia conturbado, de apoiar um amigo, ser companheira, mãe, esposa, etc.

Somos guerreiras, isso sim!

BEijãoooooooo!!!!!!!!

Fátima disse... [Responder]


Você foi feita rainha!!!!
Parabéns!

Já tem a majestade das palavras...
A elegancia em caminhar por esse mundo virtual...
Conquistou aqui seu trono...
Só faltava mesmo... ser coroada!

Beijo soberano.

Linda iniciativa dos Dihittianos

Bjs, bom final de semana.

Tais Luso de Carvalho disse... [Responder]

Tudo verdade! Concordo plenamente com esse texto. Não existe esta mulher biônica que tudo pode: faz algumas coisas: algumas bem feitas, outras nem tanto. É impossível, até hoje não entendi o porquê desse rótulo.

Beijos a vocês, ótima postagem
Tais luso















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails