segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Que DRAAAMAAA é esse???

Nooossaa... eu estava mesmo com saudade de postar aqui. Aqui é o blog quesaudadedaamélia, né? ehehehehe

Desculpem queridos.. mas eu estive um pouco ausente esses dias, não é mesmo? Muito trabalho... meu PC resolveu pirar, quer dizer pifar... e aí já viu, né! Além disso estou com um pequenininho em casa... ele é muito fofo.. mas chora a noite e dá um trabalhão! Vou trazer uma foto dele para vocês, amanhã sem falta. (pro-me-to)

Mas eu não deixei de acompanhar as postagens FOFAS das minhas sócias Fátima e Clara!!! E amei todas, claro.

Mas voltando a ativa, segue para vocês minha nova crônica que foi publicada na Revista da Tribuna agora dia 22, revista encartada no Jornal da Tribuna de Indaiatuba.

Espero que vocês gostem.

ps: qualquer semelhância é mera conhecidência.


bjs e até mais.





Que Drama é esse!

Se existe uma coisa que me intriga é a capacidade que têm as pessoas de encontrarem problemas onde eles não existem. Parece repetitivo, mas o que eu posso fazer se é a pura verdade?
As pessoas têm que relaxar um pouco mais, e se preocupar muito menos. Eu sou bem tranqüila com algumas coisas e quem me conhece sabe do que eu estou falando (com exceção do meu chefe que vai ficar sabendo agora).
Todos nós vivemos cercados de preocupações e problemas a resolver, seja no trabalho, na nossa casa ou muitas vezes na nossa própria vida.
Então pra que inventar problemas que não existem? Já não bastam os que nos rodeiam todos os dias, aqueles que nos tiram o sono e nos fazem engordar?
Tem gente que faz um drama para tudo!
Eu conheço muitas pessoas dramáticas, e acho desnecessário.
Eu tive uma colega de trabalho que ficou irritadíssima um dia comigo quando fui pagar umas contas do escritório.
Veja bem minha situação: Saí à tarde numa segunda feira ensolarada (a pé), para ir ao correio e pagar umas contas no banco; caminhando pelo centro da cidade, tranquilamente, em meio à turbulenta metrópole Indaiatubana.
Logo de cara parei para comprar um sorvete e fui chupando no caminho (pudera, o sol estava de rachar!). Continuei minha rota tranqüila, com a bolsa pendurada de um lado, cheia de dinheiro e as contas; do outro, o envelope e, na mão, o sorvete.
Então, eis que me deparo com a vitrine de uma loja feminina com uma mega, ultra, super promoção relâmpago.
Naquela ocasião eu tinha duas opções: continuar meu trajeto rumo ao banco, e pagar as contas; ou, adentrar naquela lojinha e ser feliz.
Não hesitei.
Gastei até as tampas.
Exatamente como vocês estão pensando; eu gastei todo o dinheiro do escritório. Mas depois eu ia repor a grana; afinal, o dinheiro também era meu.
Além disso, o banco não ia fugir de lá, e as contas nem estavam vencidas. Mas aquela promoção, sim, era essencial à minha sobrevivência no mundo ingrato da moda, e eu não podia perder.
Esbaldei-me. Passei horas na lojinha, e, por um momento, o mundo estava aos meus pés.
Saí de lá aliviada e cheia de sacolas. Voltei saltitante, ainda tranquilamente, ao trabalho (a essas alturas eu já tinha chupado, no mínimo, uns 4 sorvetes
Cheguei ao escritório e fui mostrar minhas novas aquisições.
Esparramei peça por peça sobre a mesa... mostrei tudinho.
Daí, minha colega, e sócia, virou para mim e disse.
- Legal! Mas você pagou as contas?
Eu disse nãaoo... mas fica tranqüila que amanhã eu vou lá e pago.
Ela surtou!!! Soltou os cachorros, me chamou de irresponsável para baixo! (Não consigo entender até hoje sua reação desproporcional!)
Para finalizar, já um pouco mais calma, ela perguntou: - Foi ao correio pelo menos?
Nesse exato momento meu coração parou de bater. Meu sangue não circulava mais em minhas veias, fiquei branca... pasma.
Pois além de eu não ter ido ao correio, eu esqueci o envelope com os documentos na lojinhaaa!!!!
Para ajudar, na hora, eu comecei a rir sem parar! Fui acometida por um ataque de risos incontrolável.
Daí foi que ela pirou de vez, quase voou (literalmente) em meus cabelos!
Virei para ela e disse que DRAMA é esse? Amanhã eu vou lá procurar o envelope, deve estar no balcão da loja!
Na maioria das vezes as pessoas que vêem problemas em tudo são aquelas que não conseguem resolver seus próprios problemas, suas falhas, seus traumas, suas angústias, suas frustrações.
O que também não quer dizer que aquelas pessoas que não vêem problemas em nada, consigam resolve-los! Alías, o fato delas não verem problemas em nada, talvez se deva exatamente ao fato de elas nem sempre conseguirem resolver seus próprios problemas.
Tá vendo? Já criei outro problema! Que é entender o que faz com que as pessoas encontrem problemas onde eles não existem!
Enfim, seja lá como for, nunca vou entender por que as pessoas se estressam tanto, se no final acaba dando tudo certo. Acho que temos que nos preocupar com aquilo que realmente interessa. E devemos dar importância para aquilo que, de fato, nos faz bem e nos traz felicidade! Coisas pequenas não merecem nossa preocupação. Em regra, (a minha, no caso) a quantidade de problemas que temos é diretamente proporcional à quantidade de importância que destinamos à eles. Logo, se você não der muita importância, não terá muitos problemas.
Genial! Muito fácil.


Tudo bem, talvez na prática não seja tão simples assim. Mas vale a pena tentar.
Ah! A propósito, procura-se desesperadamente um envelope branco, grande, tipo A4, contendo documentos. Quem encontrar favor entrar com contato.




24 comentários:

O Profeta disse... [Responder]

Apetece-me pintar a musica
Que me afaga a alma, desperta os sentidos
Apetece-me pintar-te o sorriso
Unir-te aos meus anseios antigos

Uma tela, universo ávido de um deus
Será o pintor o criador da cor do dia?
Um salteador das sombras da noite?
Ou apenas um semeador da nostalgia


Um boa semana

Doce beijo

Marília disse... [Responder]

Hahahaha... Cissa, Cissa...
Estava com saudades de suas cronicas!!! Elas são fantasticassss!!!

E são a sua cara tambem!!! hahahahaha!

Beijos!

Chica disse... [Responder]

Genial! Muito boa mesmo!beijos,tudo de bom e ótimo retorno!chica

Anônimo disse... [Responder]

Show Cissão

Amei sua crônica...muito boa mesmo, engraçado ao decorrer da leitura me deparei com uma mera coincidência...rsrsrsr por que será hein???
eu acho que isso é puro consumismo pois tenho certeza de que você não estava precisando nem um pouco dessa "comprinha nessa lojinha"...rsrsrsrs credo Cissa ta parecendo eu... COMPULSIVA... que não pode ler nenhuma placa: LIQUIDAÇÃO, PROMOÇÃO... MEGA BAZAR... LIMPA ESTOQUE... e por aí vai... o doença lazarenta !!!
O dia que você descobrir um remédio para tal doença me avise pois qualquer semelhança é pura coincidência!!!! bjs e parabéns

Te Adoro mto Patty tetão

Zilda Santiago disse... [Responder]

Bem escrita,mas não funciona assim né amiga!!!Nem 8 nem 88...Ser feliz com reaponsabilidade é bem melhor.Tomara que encontre os documentos para o bem de todos,e que consiga pagar as contas...rsrsrsrsrsr

Zilda Santiago disse... [Responder]

Esqueci de deixar o endereço do meu novo blog:http://rumoslibertadores.blogspot.com

Déa disse... [Responder]

Oie Amélias :D
Fátima, estive ausente do blog por mtus dias, mas vi hj que é uma nova seguidora..eeeebaaa!! Obrigada, adorei o blog de vcs tbm! Parabéns. Estarei por aqui mais vezes...e vcs voltem sempre!
Já linkei vcs ao meu blog...assim não perdemos o contato!
Bjokas Flores! :***

Kamyla disse... [Responder]

hahahaha, tranquilidade total!!!!
Acho que estou mais para a chefe!!!
Adorei!!!!!
Super abraço!!!!

Clarinha disse... [Responder]

Cissão....
hahahha... ameiiiii... muit mu=inha cara tambem, principalmente na hora de esquecer o envelope!!!
Mas como vc disse e a Paty ressaltou QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA!!!
kkkkkkkkkkkk... de mais!!!
beijos
amoooooooooo

Marcos Paulo disse... [Responder]

Olá, Amélias. Como estão?
Hoje recebi um selinho de presente de uma querida amiga. Devo agora indicar 5 blogs interessantes, lembrei-me do de vcs. Só pelo título do blog já valeria... ;)

Espero que gostem.
Um gde beijo,
Marcos

serpai disse... [Responder]

Siempre me es gratificante recorrer el mundo de los blogs… y encontrar algunos como este. También tengo la esperanza que alguna vez pueda verte por el mío, que también se escribe en portugués, sería como compartir esta pasión por escribir que une a tantas personas y en tantos lugares...
Ah... tengo una Amiga con ese nombre... AMELIA...!

Sergio

O Árabe disse... [Responder]

Gostei... e espero que você tenha conseguido encontrar o tal envelope. :) Boa semana!

Clarinha disse... [Responder]

Obrigada Marcos Paulo, já recebemos o selinho!!!
grande abraço.
Clarinha.

MISCELÂNIA RIFF disse... [Responder]

Show Business....Espetacular... Tá certíssima... Vou arriscar deve ser AQUARIANA... Tipo nem ai pro presente... e O Céu não é o limite..quero é aventura e ser feliz... Nota dez. Mais temos de conviver com meia duzia de pessoas cri-cris... E isso sim é chato... Os certinhos de plantão que dramatizam tudo e tenta desenquilibrar o nosso quase EQUILIBRIO... Amei o texto... Bjitos.

Sonhadora disse... [Responder]

Fátima
lindo seu texto, gostei muito de ler.

beijinhos
Sonhadora

Fátima disse... [Responder]

Profeta querido!

Já fomos te ver e agradecer.
Seu carinho é sempre muito bem vindo.
Beijo.

Fátima disse... [Responder]

Obrigada Chica.

Beijo.

Fátima disse... [Responder]

Obrigada Déia.

Beijo com carinho.

Fátima disse... [Responder]

Ser pai!

Já fomos até aí levar nosso carinho.

Beijo.

Fátima disse... [Responder]

Kamyla lindinha!

Cada um a seu modo, rsrs.

Beijo.

Fátima disse... [Responder]

Árabe meu lindo!

O envelope foi achado, rsrs.

Fomos até você agradecer.

Beijos.

Fátima disse... [Responder]

Riff, ainda bem que disse QUASE equilíbrio...rsrs.

Beijinho minha linda.

Fátima disse... [Responder]

Sonhadora.

Essa crônica é da Cissa, mas como as Amélias trabalham em conjunto. Então agradeço por ela epor nós rsrs.

Obrigada pelo carinho.
Beijo.

Fátima disse... [Responder]

Querida Zilda.

Certamente quando a Cissa tiver nossa maturidade, concluirá isso também...rsrs

obrigada pelo carinho.
Beijo















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails