segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Divã


Olá,

Sábado (e domingo) eu assisti o filme "Divã", que aliás fazia tempão que eu queria assistir. E, como eu já imaginava, simplesmente AMEI. Sabe AMEI? Amei muito. É tudo que eu penso sobre a vida. Acho que temos que buscar sempre nossa felicidade, mas acima de tudo nossa liberdade, sermos livres, livres de tudo, entendem? Ter Liberdade absoluta de pensamentos, liberdade de prazeres, liberdade de espírito, livres de preconceitos. Talvez eu não seja assim tão livre quanto gostaria, (claro, né gente, estou bem longe da perfeição) mas é assim que eu acho que temos que ser. Enfim, achei cada frase do filme uma lição de vida. Amei, e nem poderia ser diferente, já que o filme foi baseado no livro "Divã" da Martha Medeiros. Que antes já tinha sido adaptado numa peça de teatro e agora virou o filme.

Bom, diante de tudo isso resolvi postar aqui para vocês um trecho do livro. Parece que estou vendo a Lilia Cabral na minha frente. Não deixem de ler, de comentar e de assistir o filme.

Bjs e 'bora' começar a semana.

**********************************************

"Eu sei que falei em prazer gratuito semanas atrás, e sei o que vc pensa a respeito: nada é gratuito. Mas, por enquanto não consigo contrariar essa forte impressão de que a conta não virá. Se eu sinto alguma culpa, não é pelo o que faço às escondidas, não é culpa por estar me dedicando a uma experiência socialmente reprovável : é culpa por não sentir culpa alguma. Por estar achando tudo condizente com meu grau de exigência em relação ao aproveitamento do meu tempo, condizente com a minha fome, que nunca foi de comida, mas de vivência. A pergunta que mais faço é: pq não? Desde pequena, desde que tomei gosto pelo ato de respirar e me senti atraída pelos dias que estavam por vir, horas repletas de novidade, desde que eu despertei para a leitura e que passei a sentir o sabor das coisas de uma forma muito entusiasmada, desde que eu soube que podia pensar e que o pensamento era livre, que dentro do meu pensamento ninguém poderia me achar, desde que meus seios cresceram e eu descobri que pessoas tinham cheiro, desde lá até aqui eu me pergunto: pq não me oferecer para aquilo que não fui preparada? Eu tenho as armas de que necessito para me defender, e mesmo que eu perca, eu ganho, já perdi algumas vezes e sei como funciona a lei das compensações. Quero acolher com generosidade o que em mim se manifesta de forma incorreta. Não vou pedir permissão aos outros para desenvolver a mim mesma, mando no meu corpo e em tudo o que ele confina, coração incluído, consciência incluída. Talvez eu esteja com receio de ter ido longe demais desta vez e esteja preparando a minha defesa, caso alguma coisa não saia como esperado. O que eu espero? Não espero nada, espero tudo, estou à deriva nessa aventura. Eu queria cristalizar esse momento da minha vida, mas estou em alta velocidade, e não sei se quero ir adiante, só que eu não tenho opção. Acho que é isso. Eu tinha opções, agora não tenho. Não consigo parar esse trem."

4 comentários:

Gabriela disse... [Responder]

Adoreii a indicação. Quase não gosto de abordar esse tipo de tema! hehehehehehe Vou assitir o filme e volto a comentar!!!
Beijosssssssssssss

Anônimo disse... [Responder]

Assisti esse filme 3 vezes. Amei, me identifiquei, me realizei, me tudo.
Quero continuar a acreditar no amor eterno, mas tenho que admitir que com a forma com que o assunto foi abordado, ou seja, a constatação do amor que se transforma com o tempo, embora nunca acabe, me confortou e muito.
Me emocionei com vários dos diálogos, e confesso que o que me traumatiza é pensar em finais com pancadarias e barracos. Acho que esse é o ponto, vou tentar rever meus conceitos. Ótima sujestão, assistam, vão gostar.
Agora o mérito não é só da Marta Medeiros...vamos combinar que a Lilia Cabral arrasou!!!!!
Grande Beijo a todas.
Marcia. R. Sulian (Petrópolis)

Cissa Pigatto disse... [Responder]

Sem dúvida. A Lilia foi... foi... foi tudo.
Obrigada pelo comentário e volte sempre hein..bjs

Bibi disse... [Responder]

ola....

esse filme deve ser muito legal sou criança mas mesmo assim acho que e muito legal estou louca para ver muitos beijos!!!!!















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails